terça-feira, 27 de novembro de 2012

LANÇAMENTO DO CD - FERNANDO LIMA

LANÇAMENTO DO CD DILEMA 
Fernando Lima

27/11- (Terça) - Café Paon -21hs
Avenida Pavão, 952 Moema São Paulo, 04516-012 (0xx)11 5531-5633 Produt

or, músico e compositor niteroiense conhecido no Rio de Janeiro por trabalhos com grandes nomes da MPB como Banda Black Rio, Dalto, Claudio Zoli, LS Jack entre outros importantes artistas, finalmente resolve deixar o backstage e trazer ao grande público, parte de sua história retratada através de suas composições.
Fernando Lima lança no próximo dia 27 de novembro, seu primeiro CD intitulado “DILEMA”, no palco do Café Paon no bairro de Moema em São Paulo a partir das 21horas.
O show de lançamento, promete ser mais do que especial e cheio de grandes surpresas. e participações como Dalto, (Compositor de grandes sucessos como a canção "Muito Estranho"), Vadinho Freire (Intérprete da Mangueira), a cantora Canadense Nessa e Karol Candido (participante do The Voice Brasil).
“Dilema” trás um pouco de todos os estilos que fizeram parte da história musical de Fernando, com muita influencia do pop/rock dos anos 80, e conta com a participação de grandes amigos como “Dalto”(autor da canção “Muito Estranho”e outros inúmeros grandes sucessos de telenovelas), Toni Garrido, Carla Visi (ex. Vocalista da banda Cheiro de Amor), Rodrigo Santos e Fernando Magalhães (Barão Vermelho).

Convidamos você a participar desse novo e grande passo na carreira de FERNANDO LIMA. Será uma grande honra poder contar com sua presença neste evento.





segunda-feira, 26 de novembro de 2012

TEMPESTADE

    
 
Sentimentos...
Eis o que resta de toda vida,as emoções vividas, o bom combate travado,o que sentimos e guardamos na alma.
Sempre:o cheiro da nossa fronha, não o travesseiro,a sensação da nossa cama, não o colchão,o conforto da nossa roupa, não a etiqueta da calça,a proteção do nosso calçado, não a origem do sapato.
o amor que sentimos,não o que esperamos de alguém.Certezas...
Tudo pode estar no chão agora,podem ter roubado tudo de você,
a sua paz, o seu chão, até a sua liberdade,só não deixe que roubem as suas certezas,o que você já tem em seu interior,o conhecimento, a vivência, o amor.

São esses os materiais que você precisa agora e sempre,para reconstruir a sua "casa" depois do furacão,e enquanto todos enxergam destroços,você, com esperança e certeza,vai enxergar a vida que se abre para
"o reconstruir",e tudo começa agora,
com essa vontade louca de ser feliz!
Não desista de você!
Eu acredito em você! 
            Paulo Roberto Gaefke

sábado, 24 de novembro de 2012

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

HISTÓRIA DA JOALHERIA


A arte da joalheria é uma das mais antigas artes decorativas existentes: mais de sete mil anos se passaram desde que um ancestral do homem moderno resolveu utilizar conchas e sementes como adorno pessoal. As jóias, os metais preciosos e as gemas sempre vieram ao encontro dos mais profundos sentimentos humanos: a atração por materiais raros e belos, o desejo pelo embelezamento do corpo, o status e a superstição representada pelo poder atribuído a determinadas gemas. A história da joalheria no progresso da civilização humana compreende o trabalho, a criatividade e o talento de sucessivas gerações de artesãos ao desafio de transformar materiais preciosos em ornamentos pessoais de elevado valor artístico.
Este rico e diversificado panorama começa na Antiguidade, quando as técnicas básicas dos ourives tornaram - se mais sofisticadas: os Etruscos atingiram uma perfeição nunca antes igualada nas técnicas de filigrana e granulação em ouro assim como os gregos, durante o período Helenístico, na arte de modelar figuras humanas para compor brincos, colares e braceletes. Os luxuosos ornamentos romanos em ouro, esmeraldas, safiras e pérolas brancas marcam um grande contraste com as jóias policrômicas da Idade Média, que expressavam os ideais do cristianismo e do amor idealizado, tema central de praticamente toda a joalheria da época.

Já no Renascimento, foram criadas peças históricas decoradas com esmaltes e pedras preciosas, cujo nível artístico é comparado aos da pintura e da escultura do mesmo período: artistas como Hans Holbein, Albrecht Dürer e Benvenuto Cellini eram contratados por mecenas para desenhar peças que estimulassem os ourives renascentistas a chegar a níveis nunca antes alcançados nas técnicas de esmaltação, gravação e cravação. No período seguinte, o Barroco, a troca de estilo foi evidente, com as jóias tornando-se mais um símbolo de status social devido à grande quantidade de gemas na mesma peça em detrimento do design, que perde sua expressão artística. 
As jóias do período Rococó eram assimétricas e leves, se comparadas com as do período anterior. Surgem, pela primeira vez, jóias para serem utilizadas durante o dia, mais leves, e jóias para serem usadas à noite, desenhadas especialmente para resplandecerem iluminadas pela luz dos candelabros. No período seguinte, o Neoclássico, o design das jóias adapta-se às severas linhas do estilo, que buscou inspiração nos estilos grego e romano, e que se impunha devido à simplificação do vestir e dos anos de mudanças políticas em toda a Europa e América do Norte que se seguiram à Revolução Francesa.
A história da joalheria no complexo século XIX inicia - se com as grandiosas jóias criadas para a corte do Imperador Napoleão I e que serviram de padrão para toda a Europa até à Batalha de Waterloo em 1815: os conjuntos de jóias chamados parures, compostos de tiaras, brincos, gargantilhas ou colares, e braceletes fantasticamente adornados com gemas como o diamante, a esmeralda, a safira, o rubi e a pérola, cujo esplendor sobressaía mais do que o próprio design das peças. Quase ao mesmo tempo, emergia o Romantismo, com uma volta ao design das jóias da Antiguidade e dos tempos medievais. O crescente gosto pelo luxo, encorajado por um período de prosperidade, baixos impostos e uma sociedade elitizada surgida com o boom da Revolução Industrial, foi expresso pelas inúmeras jóias guarnecidas somente com diamantes, principalmente depois da descoberta das minas da África do Sul na década de 60. Esta descoberta transformou o caráter da joalheria, que por várias décadas se concentrou no brilho em detrimento da cor, do desenho e da expressão de idéias.

Com o início do século XX, joalheiros como Cartier e Boucheron, adotaram um novo estilo, inspirado no século XVIII e chamado de Belle Èpoque, compondo jóia onde a delicadeza das guirlandas, das flores estilizadas e da utilização da platina, era uma reação à banalidade das jóias recobertas de diamantes. Por volta da mesma época, os joalheiros da corrente Art Nouveau, liderados por René Lalique, criaram furor na Exposição de Paris de 1900, comdesigns inspirados na natureza e executados em materiais como marfim e chifres de animais, escolhidos mais pela sua qualidade estética do que por seu valor intrínseco. Como não eram jóias práticas para uso, o estilo rapidamente desapareceu, com o início da 1ª Guerra Mundial.
Com a paz, em 1918, impõe-se na joalheria o estilo Art Decó, com seu design associado ao Cubismo, ao Abstracionismo e a arquitetura da Bauhaus, suavizado na década de 30 pelos motivos figurativos e florais reintroduzidos por Cartier. A arte da joalheria, depois da 2ª Guerra Mundial, adaptou - se a uma clientela que comprava não só para uso, mas também como investimento. A ênfase passou a ser na qualidade das gemas, perfeitamente facetadas e montadas em peças de design de acordo com a moda. A partir da segunda metade do século XX, novas idéias e conceitos, assim como novos materiais passaram a ser utilizados pelos designers, como os metais titânio e nióbio, e também diferentes tipos de plásticos e papéis, buscando novos caminhos de expressão.
Atualmente, a joalheria mundial está voltada para o design, que deve ser criativo, bem identificável e corresponder a um mercado consumidor sempre crescente e ansioso por inovações tanto nas técnicas de fabricação, quanto na expressão dos estilos e conceitos escolhidos, cabendo a todos os profissionais envolvidos, seja na produção artesanal seja na produção industrial de jóias, contribuir para a qualidade do produto final, dentro da exigência deste mercado consumidor que premia a qualidade, a criatividade e o estilo diferenciado.
Julieta Pedrosa

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

AS PEDRAS QUE FORTALECEM O AMOR


O amor é o sentimento mais poderoso que existe. Ele é capaz de tornar o dia a dia mais harmônico, o ser humano mais pacífico e a vida mais bela aos olhos dos apaixonados. Mas, há sempre um momento em que o amor parece perder as suas forças. Para que isso não aconteça, é possível contar com a ajuda da natureza.
Algumas pedras têm o poder de ajudar nos assuntos do coração. São elas:
Quartzo rosa: esta pedra liberta o coração de sentimentos ruins como a culpa, o medo, a raiva e o ciúme. Tem a capacidade de fortalecer o amor com o retorno do entusiasmo. Pode ser usada como joias e amuletos.
Coral rosa: tem o poder de proteger os relacionamentos contra os maus fluidos.
Rubi: pode despertar fortes paixões. O presente ideal para intensificar e fortalecer a vida amorosa.
Jade: é a pedra do amor incondicional, da sabedoria e da clareza. A pedra Jade trás o equilíbrio emocional perdido na relação.
Moonstone: esta pedra, dona de uma bela tonalidade azul, é dada como presente de casamento na Índia com o objetivo de trazer harmonia ao casamento. Já na Europa, a moonstone tem o poder de reconciliar os amantes afastados ativando os desejos da carne.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

TALVEZ



Talvez eu venha a envelhecer rápido demais. 
Talvez eu sofra inúmeras desilusões  no decorrer de minha  vida. 
Mas  lutarei para que cada  dia tenha valido a  pena.  
Talvez  eu não tenha forças  para realizar todos  os meus ideais. Talvez em algum instante eu  sofra uma terrível  queda. Mas jamais irei me considerar  um derrotado. Mas  não ficarei por muito  tempo olhando para o  chão.
Talvez eu não aprenda todas  as lições necessárias. 
Mas amanhã irei recomeçar,  nem que seja de  uma maneira diferente.  
Talvez  eu me deprima por  não ser capaz de saber a letra daquela  música. 
Talvez eu não tenha motivos  para grandes comemorações. 
Mas  ficarei feliz com as  outras capacidades que possuo. 
Mas  não deixarei de me  alegrar com as pequenas conquistas.
Talvez a vontade de abandonar  tudo torne-se a minha 
companheira. Talvez eu não seja exatamente  quem gostaria de ser. Mas  ao invés de fugir, 
correrei atrás do que almejo. Mas passarei a admirar quem  sou.E  se ainda não me 
convenci disso,é porque  "ainda não chegou  o fim". Porque  no final saberei que,  mesmo com incontáveis  dúvidas, eu sou capaz de construir uma vida  melhor.
Porque  no final não haverá  nenhum "talvez"  e sim a certeza de que a minha  vida valeu a pena  e eu fiz o melhor  que podia.

sábado, 17 de novembro de 2012

terça-feira, 13 de novembro de 2012

O SENTIMENTO DE CULPA

Existem as culpas pequenas e as grandes.As que ficam por algumas horas e as que perseguem para o resto da vida.
As primeiras são os pequenos pecados do dia-a-dia, as mentiras bobas,os deslizes,que até nos impedem de dormir muitas vezes, 
mas são passageiras e acabam tornando-se banais e nem se pensa muito.As últimas são terrivelmente pesadas
de se carregar,elas podem destruir a vida toda de uma pessoa.
São raras as pessoas que recebem uma condenação de outros por algum ato cometido,que não tentem se defender
ou se justificar.Mas não há quem se condena a si mesmo
que procure aliviar sua culpa com desculpas.
A questão não está nas coisas sem conseqüências.Essas coisas fazem parte das marés do dia-a-dia e perdoamo-nos tão facilmente como cometemos os erros.A questão está nas culpas que chegam sozinhas,os acidentes pelos quais as pessoas
se responsabilizam,as perdas e sofrimentos os quais as
pessoas se dizem que poderiam ter evitado se tivessem feito isso ou aquilo e se condenam a cada instante.
As auto-punições não resolvem.
O recusar-se a felicidade não corrige erros,não compensa as dores.
O abandonar-se não faz ir adiante.
Dormir mais horas para não ver passar o tempo não vai diminuir o tempo determinado por Deus para a vida de cada um.
E tentar encurtar esse tempo,dom de Deus,pelos próprios meios,
só pode trazer uma condenação eterna,que ninguém merece.
Não importa em quantos pedaços seu coração foi quebrado,
Jesus pode restaurá-lo.
Não importa qual foi seu pecado,
se os homens te condenaram ou absolveram,
Deus te absolve.
E se Deus absolve...
acredite nele: você é livre!
Letícia Thompson

sábado, 10 de novembro de 2012

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

RIR É ARRISCAR PARECER TOLO






Rir é arriscar parecer tolo ...

Chorar é arriscar parecer sentimental 

Tentar alcançar alguém , é arriscar envolvimento ...

Expor sentimentos , é arriscar rejeição 

Expor seus sonhos perante a multidão , é arriscar parecer ridículo ...

Amar , é arriscar não ser amado de volta 
Seguir adiante face a probabilidades irresistíveis , é arriscar ao fracasso
E apenas uma pessoa que corre riscos , é LIVRE ...

terça-feira, 6 de novembro de 2012

O VERDADEIRO SENTIDO DA VIDA


É ter a impressão que se tem tudo,

mesmo quando falta muito.

É ter esperança mesmo quando a tristeza

insiste em nos alcançar.

É saber a hora de parar 

e escolher outros caminhos.

É tentar conhecer um pouco de você.

E expandir tudo que você tem de bom.

É enfrentar as lágrimas, 

e, delas buscar um sorriso.

E acreditar que tudo pode acontecer.

E cada experiência é única

E cada amanhecer é mágico."

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

HÁ SEMPRE UM AMANHÃ...


Persistir sempre...desistir nunca...

Os problemas e obstáculos materiais, reforçam
nossa fé e burilam nosso caráter...
Todos nós temos uma missão a cumprir...
No grande teatro da vida, ora somos atores,
ora somos espectadores...
Somos hoje melhores que ontem;
seremos amanhã melhores que hoje...
Somos o que imaginamos e sentimos...
Saber pensar é saber melhorar...
Melhorando nossos pensamentos e nossas atitudes
melhoramos nossos negócios e nossos destinos...
Nossos pensamentos edificam a espécie
de pessoa que desejamos ser...
Imagine-se bem sucedido e o sucesso lhe virá...
Quem pensa que pode, dispõe de poder...
Um pensamento apoiado pelo desejo forte,
se transforma em seu equivalente físico...
Viver com otimismo traz resultados compensadores...
Tudo se modifica...nada fica como está...
A primeira vitória do homem foi ter nascido...
Desde seu estado embrionário que o homem tem se
valido dos benefícios da perseverança, do otimismo...
As portas estão abertas para quem sabe o que
deseja e se decide a conquistar...

sábado, 3 de novembro de 2012

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

13 PASSOS PARA O BEM


1-  Por mais que lhe  falem da tristeza .  
 PROSSIGA SORRINDO  !
2-  Por mais que lhe  demonstrem rancor .  . .  PROSSIGA PERDOANDO  !
3-  Por mais que lhe  tragam decepções  .  . . PROSSIGA CONFIANDO  !
4-  Por mais que lhe  ameacem de fracasso  . . . 
 PROSSIGA APOSTANDO  NA VITÓRIA !
5-  Por mais que lhe  apontem erros . .  . 
 PROSSIGA COM  OS SEUS ACERTOS !
6-  Por mais que discursem  sobre a ingratidão  . . .   PROSSIGA PERDOANDO  
7-  Por mais que noticiem  a miséria . . .  PROSSIGA CRENDO  NA PROSPERIDADE !
8-  Por mais que lhe  mostrem destruições . . . 
 PROSSIGA NA  CONSTRUÇÃO !
 9-  Por mais que acenem  doenças . . . 
 PROSSIGA VIBRANDO  SAÚDE !
10-  Por mais que exibam  ignorância . . .  PROSSIGA EXERCITANDO  SUA INTELIGÊNCIA !
11-  Por mais que o  assustem com a velhice  . . .  PROSSIGA SENTINDO-SE  JOVEM !
12-  Por mais que plantem  o mal . . . 
.  . . PROSSIGA SEMEANDO  O BEM !
13-  Por mais que contem  mentiras . . . 
 PROSSIGA NA  SUA VERDADE !
Por  mais difícil que lhe  pareçam essas 13 tarefas  . . . 
PROSSIGA  ACREDITANDO NA CAPACIDADE  QUE DEUS LHE DEU  PARA CUMPRI-LAS .