domingo, 12 de agosto de 2012

SER PAI


Lembranças de um passado sem volta
Carinho sentido por uma vida inteira
Segurança de um porto seguro
Envelhecemos, amadurecemos hoje somos pais ou avós

Nossas funções se invertem agora
Somos o porto não mais uma simples embarcação
Todos nós temos
Uma espécie de maquina do tempo
Nela nos espelhamos
A do passado são as lembranças
A do futuro são os nossos sonhos
Não podemos prever o futuro
Mas podemos investir nele
Tentando errar o mínimo possível
Para deixar lembranças boas
Alicerces com estrutura deixam uma boa construção
Nada dura eternamente
O que podemos tentar é fazer algo lindo
Talvez assim as areias do tempo
Não corroam nossas lembranças
Mantendo um registro de nossa passagem nessa vida
Nada é certo ou determinado
Tentamos ser o que melhor construímos
Boas pessoas são resultados de boas ações e atitudes
Somos o retrato do que passamos ou ensinamos
Tentamos ser um pai merecedor de elogios
Ninguém é perfeito
Mas faço o possível para ser apenas
Reconhecido pelos meus filhos
Assim como me recordo
Do meu
Agora tento ser ele
Tento ser Pai

(Don Juan Castelano)

Nenhum comentário:

Postar um comentário