segunda-feira, 14 de março de 2011

MODO DE USAR-SE

"Coitada,  foi usada por aquele  cafajeste".  Ouvi  essa frase na beira  da praia, num papo  que rolava no guarda-sol  ao lado. 
  Mas  não fiquei com pena  da coitada, seja ela  quem for. Não  costumo ir atrás desta  história de "foi  usada".  
No  que se refere a  adultos, todo mundo  sabe mais ou menos  onde está se metendo,  ninguém é totalmente  inocente. 
Se  nos usam, algum consentimento  a gente deu, mesmo  sem ter assinado procuração.  E  se estamos assim tão  desfrutáveis para o  uso alheio, seguramente  é porque estamos nos  usando pouco. 
Usar-se  nada mais é do  que reconhecer a si  próprio como uma fonte  de prazer.
Dançar  sem medo de pagar  mico.
 Use sua simpatia: convença os outros. 
Use seus neurônios: pra todo o resto.  
E  este coração acomodado  aí no peito? Use-o, ora bolas.  
Não  fique protegendo-se de  frustrações só porque  seu grande amor da  adolescência não deu  certo. 
Ou  porque seu casamento  até-que-a-morte-os-separe durou  "apenas" 13 anos. Não enviuve de si mesmo, ninguém morreu. 
Use-se. 
Se  você não fizer, algum  engraçadinho o fará. 
E  você virará assunto  de beira de praia. 
Use-se.
Martha Medeiros



3 comentários:

  1. Engraçado, parece que tem dias que as respostas para tudo que lemos, já está em nossa mente, antes mesmo de lermos. Hoje, antes mesmo de ligar o computaddor, estava a refletir sobre muitas coisas, mas, principalmente sobre os caminhos que percorremos para estarmos aqui e agora. Concluí que sempre tive mais de uma escolha, e muitas vezes, optei pelo mais fácil, sem pensar no que viria depois, com essa minha escolha, pois, nem sempre o mais fácil é o melhor para nós. Quantas vezes, a conveniência não te deixou evoluir? Quantas vezes você se machucou, por pensar que suas idéias poderiam machucar o outro, e mesmo assim, esse outro se foi, e nem se preocupou se você ficaria bem ou não? Ahh, quando me vejo punindo por essas coisas, penso logo, ninguém merece o meu sofrimento, por isso mesmo, incediarei o meu passado, levando-o às cinzas, e, como a fênix, renascerei com nova vida, utilizando o passado, apenas como vitamina para meu fortalecimento. Não,não estou me ornando um iceberg, mas sim, me protegendo de relacionamentos errados, que só serve para nos machucar e ficarmos aos cacos, enquanto aqueles que tanto valorizamos se vão, e nem se preocupar em varrer o que sobrou. O meu Deus é tão gigantesco, que, mesmo juntando todos os meus inimigos, declarados ou não, chegaram à sola dos pés desse Deus maravilhoso. Sou a força, a vitalidade, e tudo de bom que hpá na criação, poiis, sou uma célula desse Deus maravilhoso, que me fez pra ser feliz.
    Miguel Santos, ou @santomiguel

    ResponderExcluir