quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

HISTÓRIA DAS JÓIAS

  A joalheria é uma das mais antigas artes decorativas.Não é de hoje que as jóias e acessórios arracam suspiros e fazem a cabeça de homens e mulheres pelos quatro cantos do planeta.Um passeio pela linha do tempo demonstra que sua trajetória, desde os primórdios até os dias de hoje, revela estilos que vira e mexe ganham releituras em modelos superatuais.
  Há 75 mil anos, ainda na Pré-história, nossas ancestrais começaram a desenvolver seus primeiros adornos, fazendo uso de ossos e presas de animais, pedaços de rochas, conchas e sementes que viravam pingentes e acessórios para o cabelo.A busca pela diferenciação, status e proteção faziam desses objetos itens dignos da wish list de qualquer Pedrita.
  Com a migraçao dos povos africanos para o oriente Médio e Europa, há cerca de 40 mil anos, as tribos nômades passaram a colecionar todo o tipo de material estranho, raro e brilhante que encontravam em suas peregrinações.
  Na Antiguidade, a técnica de ouriversaria foi desenvolvida e caiu no gosto, principalmente, dos egípcios.Cleópatra é o ícone mais representativo com seus braceletes, brincos geométricos, maxicolares e ornamentos para o peito, que mais lembram um escudo em um tom dourado reluzente.

Um comentário:

  1. En Venezuela la piedra la asociamos a inducir a u a persona a sentirse mal y decimos: Te voy a sacar la piedra...!!!

    ResponderExcluir