quarta-feira, 28 de julho de 2010

VOU MUDAR

 Durante meses me preparei para celebrar com poucos os escolhidos, o casamento de uma amiga querida.Não fui, por ter  muito trabalho a ser feito, era minha obrigação, e era minha responsabilidade.
 A minha vida está indo embora, e eu estou deixando que a falta de escolha seja a escolha.Com frequência, eu me deixo levar pela falta de opções.Penso que não tenho tempo, dinheiro, energia, que está chovendo - tudo é justificativa para recusar pequenas chances de felicidade,Não saio com amigos por cansaço, não viajo porque é caro, longe e demora, e raramente faço algo que não seja por dever.
 Estou sempre dizendo, que na semana que vêm, no mês que vem, no ano que vêm, vai melhorar.As coisas estarão mais calmas e então darei mais atenção a quem amo e terei uma vida equilibrada que quero.
 Faz muitos anos que falo isso.Verdade, as coisas não mudam - sempre há novos problemas para me ocupar.Eu é que devo mudar, e parar de tratar a vida como o controle remoto de casa, que há anos prometo, em vão, consertar.Ele continua quebrado:não é a prioridade, de vez em quando funciona e, bem, a gente vive sem.Faço o mesmo com a felicidade.
 Há escolhas.O que me falta são coragem e sabedoria para fazê-las.Tenho de aprender a dizer não e a dizer sim.Preciso priorizar mais o amor e menos a obrigação.Não pensar tanto nas
cobranças e expectativas minhas e alheias, e mais que aproveitar esses instantes capazes de deixar lembranças inesquecíveis.É deles, estou certa, e não dos dias em que só corri, que vou me recordar mais tarde.
 A vida precisa ter mais sentido do que cumprir tarefas.Mas, percebo agora, sou eu quem determino a importância delas.
  Roberta Faria

3 comentários:

  1. Adorei.... eu sempre penso assim: onde estamos é o início, estão devemos sempre viver com intensidade... sem desculpas, sem neuras rs.r.sr.s.

    ResponderExcluir
  2. Muito bem!

    A vida é feita de escolhas, isso é fato! Estamos constantemente buscando a satisfação de nossos ideais, e para isso, as escolhas são de extrema importância nesse processo, pois, são delas que resultam os atos e fatos vivenciados. A vida nada mais é do que uma incessante resolução dos problemas. Quando acaba, ou ameniza um, aparece outro...e assim, secessivamente!

    Vamos fazer escolhas certas e viver cada momento como únicos, pois, a vida é o presente e não o pensar no futuro!

    Abraços, @rubensstaloch -

    ResponderExcluir
  3. querida Ro,
    muito lindo o texto, nos faz pensar na importancia da vida,e de nós mesmos, é
    sempre muito bom ler sobre a VIDA, nosso
    bem mais precioso, beijos Regina

    ResponderExcluir